Qual a relação entre a infecção urinária e a doença crônica renal? | CDRB

Qual a relação entre a infecção urinária e a doença renal crônica?

| 30 de novembro de 2020


Já parou para pensar na relação que a infecção urinária pode ter com os nossos rins? Essa infecção é causada por uma bactéria e pode alcançar vários tecidos do nosso trato urinário. Se chega até os rins,  ela pode comprometer seu funcionamento e acabar levando paciente à DRC. Entenda mais sobre como essas duas condições se relacionam no artigo abaixo.

 

O que é infecção urinária?

Primeiramente, a infecção urinária consiste na presença de bactérias em tecidos do nosso trato urinário, que é composto de uretra, bexiga, ureteres e rins. Esse tipo de infecção tem níveis diferentes de gravidade e recorrência que dependem de fatores genéticos, hormonais e também comportamentais.

Ela costuma se manifestar por meio de seus sintomas mais comuns:

 

  • Dor ao urinar
  • Mais idas ao banheiro
  • Sensação de bexiga cheia
  • Sangramento na urina

 

Como essa infecção pode afetar os rins?

Quando acomete o trato urinário superior, ou seja, os rins, a infecção urinária recebe o nome de pielonefrite. Como um dos papéis dos rins é filtrar o sangue, esses microrganismos podem gerar repercussões em todo o corpo.

 

Se não tratada de forma adequada, a infecção pode causar dores abdominais intensas e outros sintomas, como:

 

  • Dores nas costas
  • Dores na barriga
  • Febre
  • Náuseas
  • Vômitos

Dessa forma, caso não haja um tratamento adequado e num tempo oportuno, pode até levar o paciente à morte.

 

Quais são os tipos de infecção urinária nos rins?

Dessa forma, existem dois tipos de pielonefrite: aguda e crônica.

 

Na pielonefrite aguda, a infecção surge e impacta o funcionamento dos rins. Se não for tratada, pode levar até à morte. Já a pielonefrite crônica pode levar à falência do rim.

Por que mulheres têm mais infecção urinária?

Há causas anatômicas que proporcionam essa situação, como o tamanho do canal da uretra feminina, que é bem menor do que o masculino. Além disso, a uretra feminina está mais próxima da vagina e do ânus, o que facilita a passagem de microrganismos.

 

Contudo, somente uma avaliação mais completa permite investigar outros fatores que possam propiciar esse quadro repetitivo em mulheres. Um de nossos nefrologistas poderá aprofundar nas possíveis causas.

 

Como funciona o tratamento?

Por se tratar de uma infecção bacteriana, o tratamento é feito por meio de antibióticos. Portanto, nesse caso, o médico especializado no tratamento da infecção urinária, que é o nefrologista, pode receitar o uso de medicamentos adequadamente escolhidos para cada caso em particular.

 

A saber, os antibióticos para tratamento de infecção urinária podem ser do tipo oral, no caso de comprimidos, ou injetável, por meio de colocação do medicamento na veia ou no músculo.

 

Como evitar essa infecção urinária?

São inúmeras as situações que podem levar à infecção. Algumas delas são a própria anatomia feminina, pedra nos rins, uso prolongado de cateteres urinários, debilitação do sistema imunológico, diabetes, entre outras.

Então, para uma resposta mais precisa, é necessária a avaliação de um de nossos nefrologista. Uma vez identificados os fatores de risco para o paciente, o seu médico pode criar uma estratégia pertinente para minimizar o problema.

Fique atento aos principais sintomas da infecção urinária e faça consultas de rotina com um de nossos nefrologistas para checar a saúde dos seus rins e do seu trato urinário! Na CDRB, contamos com uma equipe multidisciplinar para cuidar de você por inteiro.

Baixe agora

E-BOOK DE RECEITAS RENAIS

Paciente renal pode ter uma dieta apropriada e gostosa sim!