logo CDRB

A hipertensão arterial em pacientes renais

| 29 de agosto de 2018


A hipertensão arterial é uma condição muito comum de saúde. Frequentemente sem sintomas, ela pode se apresentar com dores de cabeça, falta de ar, tontura, dor no peito e sangramento pelo nariz, por exemplo. Apesar de bastante comum, ela  deve ser tratada precocemente, pois é um fator de risco para infartos do coração, “derrames” no cérebro e também para doença renal crônica.

A literatura médica já enfatizou que quanto maior os níveis de pressão arterial, maior é também a probabilidade da piora do funcionamento renal. Já o controle da hipertensão, faz com que a probabilidade da doença renal crônica evoluir para a necessidade de terapia renal substitutiva (diálise) caia de 40% para 18%.

Buscando a segurança e a melhoria da saúde de nossos pacientes, nós da CDRB  nos empenhamos em controlar esta condição, evitando que estes tenham sua função renal piorada. Com este cuidado, há ainda a proteção de outros órgãos, como o coração e o cérebro.

Sabemos que mesmo nos EUA, o controle da pressão é insatisfatório, com menos de 50% da população com a pressão normal; no Brasil, apenas 25% da população adulta possui a pressão arterial adequadamente controlada.

Por tudo isso, estamos prontos para acolher os pacientes portadores de Hipertensão Arterial. Juntos criamos um esquema terapêutico personalizado, que unido a um novo estilo de vida proporciona longevidade e bem-estar às vidas que cuidamos.


Assuntos relacionados

Os tratamentos possíveis para a Doença Renal Crônica

Os aspectos emocionais da doença renal

Estilo de Vida | 18 de setembro de 2018
Quais são os direitos do paciente renal crônico?

Os direitos do paciente renal

Estilo de Vida | 18 de setembro de 2018

Nossa revista

Novidades, dicas, eventos e as pessoas que fazem a CDRB estão aqui! Baixe agora a última edição da nossa revista e venha conhecer de perto o que aconteceu nos últimos meses!