logo CDRB

Como a fisioterapia melhora a qualidade de vida de pacientes renais

| 29 de agosto de 2018


A fisioterapia é definida como a ciência da saúde que estuda, previne e trata os distúrbios de movimento decorrentes de deficiências em órgãos e sistemas do corpo humano.

 

Como é feita a fisioterapia durante a hemodiálise?

O programa de fisioterapia na hemodiálise consiste de três etapas:

 

1 – Avaliação do paciente

Essa etapa tem como objetivo identificar as suas necessidades em relação às AVD’s ( Atividades de Vida Diária), disfunções músculo-esqueléticas e queixa principal, permitindo uma atuação direcionada a cada um. Começaremos a fisioterapia a partir deste diagnóstico, e você passará por reavaliações periódicas durante o tratamento.

 

2 – Fisioterapia pré-hemodiálise

É realizada minutos antes da sessão de hemodiálise com a verificação dos sinais vitais (frequência cardíaca, pressão arterial e saturação de oxigênio – porcentagem de oxigênio no sangue) e peso corporal. Os pacientes com pressão arterial muito elevada e ganho de peso corporal acima de 5Kg em relação à sessão anterior não serão atendidos no período. Após a verificação dos sinais vitais são iniciados os seguintes exercícios na sala da fisioterapia:

:: Alongamentos para membros superiores e inferiores (prevenção de encurtamentos musculares, câimbras e preparação da musculatura para as atividades de fortalecimento muscular)

:: Fortalecimento de membros superiores (exercícios com pesos de acordo com a sua tolerância).

:: Treino de caminhada e equilíbrio (de acordo com a sua necessidade verificada na avaliação).

 

3 – Fisioterapia durante a hemodiálise

Consiste em exercícios voltados para os membros inferiores e respiratórios, respeitando os seus limites e monitorizando os sinais vitais:

:: Os exercícios de membros inferiores são compostos de alongamentos, fortalecimento muscular com pesos e fitas elásticas.

:: Os exercícios respiratórios são utilizados para melhorar a oxigenação do corpo e prevenir possíveis complicações pulmonares decorrentes da doença.

 

Quais são os benefícios da fisioterapia para o paciente renal crônico?

O exercício físico terapêutico (cinesioterapia) prescrito e monitorado pelo fisioterapeuta traz os seguintes benefícios:

:: Melhora da tolerância à glicose auxiliando no controle da diabetes.

:: Aumento da força de contração e relaxamento alternados dos músculos para impulsionar o sangue de volta ao coração (melhora da circulação das extremidades).

:: Melhora da atividade do coração com controle das arritmias e da pressão arterial por meio de treinamento aeróbico que ajuda a regular o sistema nervoso.

:: Aumento da tolerância aos exercícios diários.

:: Diminuição de sintomas como fraqueza muscular, câimbras, dores musculares e dispnéia (falta de ar).

:: Redução do número de internações.

:: Melhora da qualidade de vida com o aumento da autoconfiança e independência para executar as atividades do dia-a-dia.

 

 

Sou paciente renal crônico, será que posso fazer atividade física em casa?

O ideal é que você não fique parado, mas que realize atividade física com orientação médica. A caminhada, por exemplo, é bem vinda desde que respeitando sempre os seus limites. Em atividades com peso é necessária maior atenção, pois a pressão arterial deve estar bem controlada.

 

 

 

Papel da fisioterapia na CDRB

Aqui na CDRB,  a fisioterapia tem como papel principal proporcionar a melhora da sua qualidade de vida. Nossa clínica é uma das pioneiras no Brasil a implementar o serviço de fisioterapia para os pacientes e contamos com profissionais altamente qualificados e prontos para acolhê-los com a dedicação de quem ama o que faz.  


Assuntos relacionados

Os tratamentos possíveis para a Doença Renal Crônica

Os aspectos emocionais da doença renal

Estilo de Vida | 18 de setembro de 2018
Quais são os direitos do paciente renal crônico?

Os direitos do paciente renal

Estilo de Vida | 18 de setembro de 2018

Nossa revista

Novidades, dicas, eventos e as pessoas que fazem a CDRB estão aqui! Baixe agora a última edição da nossa revista e venha conhecer de perto o que aconteceu nos últimos meses!